A ARCA - A arte em ser do contra!
 
Menu du jour! Tutu Figurinhas: o nerd mais bonito e inteligente dessas paragens destila seu veneno! GIBI: Histórias em Quadrinhos, Graphics Novels... é, aquelas revistinhas da Mônica, isso mesmo! PIPOCA: Cinema na veia! De Hollywood a Festival de Berlim, com uma parada em Nova Jérsei! RPG: os jogos de interpretação que, na boa, não matam ninguém! ACETATO: Desenhos animados, computação gráfica... É Disney, Miyazaki e muito mais! SOFÁ: É da telinha que eu estou falando! Séries de TV, documentários... e Roberto Marinho não está morto, viu? CARTUCHO: Videogames e jogos de computador e fliperamas e mini-games e... TRECOS: Brinquedos colecionáveis e toda tranqueira relacionada! Tem até chiclete aqui! RADIOLA: música para estapear os tímpanos! Mais informações sobre aqueles que fazem A Arca Dê aquela força para nós d´A Arca ajudando a divulgar o site!
Artigo adicionado em 06/08/2006, às 06:15

Review: ESTRANHOS NO PARAÍSO – INIMIGOS MORTAIS
O mundo dos quadrinhos não é povoado somente por colantes… Vocês não imaginam a minha alegria ao ler este exemplar de Estranhos no Paraíso – Inimigos Mortais. Primeiro, por ser fã de Terry Moore, e segundo, por ter lido só metade desta saga, já que a editora anterior perpetuou um excesso de asneiras contratuais que […]

Por
Rodrigo "Machine Boy" Parreira


Vocês não imaginam a minha alegria ao ler este exemplar de Estranhos no Paraíso – Inimigos Mortais. Primeiro, por ser fã de Terry Moore, e segundo, por ter lido só metade desta saga, já que a editora anterior perpetuou um excesso de asneiras contratuais que acabaram por deixar os leitores na mão. “Estranhos no Paraíso” é mais um sinal de que existe vida inteligente nos gibis, de que os quadrinhos podem explorar quaisquer ambientes; não há limite, não há nada que não possa render uma boa história. Basta apenas uma coisa: talento. E talento Terry Moore tem de sobra, não só para explorar o universo feminino, mas para explorar a compreensão humana. Os personagens dele não são perfeitos, são como qualquer pessoa: podem ser boas, podem ser mesquinhas, podem errar, fazer burradas, dizer coisas sem pensar e com isto trazer uma série de conseqüências. E isto é o que é “Estranhos no Paraíso”: pessoas, nada mais do que pessoas.

Esta encadernação de “Inimigos Mortais” pode ser considerada um dos pontos mais importantes de toda a história do título, pois fecha vários círculos e pontas abertas desde a primeira edição, de 1993 – inclusive as pendências do quase-triângulo-amoroso Francine/Katchoo/David. Como sempre, Moore explora a trama de todos os lados, explorando também outras linguagens como letras de músicas e textos em forma literária. A narrativa é perfeita, e é montada de forma que até quem nunca leu as edições anteriores se familiarize com o que ocorreu anteriormente. Mas nada que impeça você de sair caçando as outras edições, pois cada uma é única. O melhor de tudo é ver que os personagens não estão ali por acaso; cada um tem sua função na trama, alguns deles até surpreendem durante este encadernado.

Até o ponto atual, temos Francine e Katchoo após um beijo que não foi lá estas coisas, um David desaparecido após levar um imenso e injusto fora de Katchoo, e a violenta e perigosa Darcy Parker, que continua querendo a cabeça daquela que foi o “amor” de sua vida. Sem contar que o casal feliz Chuck e Rachel acaba tendo problemas por certas mudanças no comportamento de Rachel. Já o Freddie… bem, ele continua o mesmo machista e espírito de porco de sempre. E todos eles têm importância na trama, que se entrelaça e revela, como dito por Francine, “o grande elefante no meio da sala” que ninguém viu chegar lá. Sim, não posso falar mais nada, pois estragaria a ótima trama de “Inimigos Mortais”.

Não posso deixar de falar no tratamento dado à edição pela editora HQ Maniacs, que é excelente; o papel e as duas capas, nem se fala. Sei que é difícil comprar um TP devido a seu inflado valor, mas na atual conjuntura no país, sabemos que estes títulos, considerados até “independentes”, não tem muito tempo de vida se publicados mensalmente e no formato original. E que, com certeza, acabaria como outras frustradas publicações anteriores, que não chegaram nem mesmo a ter suas sagas concluídas e deixaram o leitor chupando o dedo. Então, meu amigo, corra à banca mais próxima ou entre no site da editora HQ Maniacs clicando aqui. Vale a pena!

Estranhos no Paraíso – Inimigos Mortais (Título original: Strangers in Paradise – Immortal Enemies) / Ano: 2006 / Editora: HQ Maniacs / Roteiro, Desenhos e Arte-final: Terry Moore / 152 páginas.

:: UAU! Hoje, dia 14 de setembro, comemoramos 20 anos do lançamento do site https://t.co/ATRXN4js2w. Muita água rolou debaixo desta ponte ao longo dos últimos anos. Deu risada, deu briga, deu casamento. Mas deu, mais do que qualquer coisa, muito orgulho, isso sim.
:: Gente, tudo bem? Tamos vivos aqui, tá. E nos cuidando. Aproveitando #tbt, olha o crossover de @thiagocardim e @rpichuebas que rolou neste episódio do @imaginasepega! #tomevacina #VivaOSuS #usemascara #ForaBolsonaro
:: RT @AnimaSomPod: Faça como o @thiagocardim e contribua também com nossa campanha do @catarse! 😄 Nos ajude a bater a meta de R$ 500 e tenha…
:: ...e olha só que o filho da @francineguilen e do @rpichuebas chegou no Twitter. Segue lá!
:: RT @imaginasepega: Não importa se você é padawan ou mestre Jedi. Este episódio do #podcast @imaginasepega é pra você, homenagem ao #StarWar…

Quem Somos | Ajude a Divulgar A ARCA!
A ARCA © 2001 - 2007 | 2014 - 2021