A ARCA - A arte em ser do contra!
 
Menu du jour! Tutu Figurinhas: o nerd mais bonito e inteligente dessas paragens destila seu veneno! GIBI: Histórias em Quadrinhos, Graphics Novels... é, aquelas revistinhas da Mônica, isso mesmo! PIPOCA: Cinema na veia! De Hollywood a Festival de Berlim, com uma parada em Nova Jérsei! RPG: os jogos de interpretação que, na boa, não matam ninguém! ACETATO: Desenhos animados, computação gráfica... É Disney, Miyazaki e muito mais! SOFÁ: É da telinha que eu estou falando! Séries de TV, documentários... e Roberto Marinho não está morto, viu? CARTUCHO: Videogames e jogos de computador e fliperamas e mini-games e... TRECOS: Brinquedos colecionáveis e toda tranqueira relacionada! Tem até chiclete aqui! RADIOLA: música para estapear os tímpanos! Mais informações sobre aqueles que fazem A Arca Dê aquela força para nós d´A Arca ajudando a divulgar o site!
Artigo adicionado em 19/08/2006, às 06:57

Review: CONTAGEM REGRESSIVA PARA A CRISE INFINITA
Está começando no Brasil… Depois de longos atrasos, coisa que esta virando costume por aqui (o que é chato, já que foi falado tanto disto da editora anterior, e o mesmo está acontecendo nesta), chegou às bancas brazucas a primeira edição da minissérie Contagem Regressiva para a Crise Infinita. Uma coisa foi acertada: a idéia […]

Por
Rodrigo "Machine Boy" Parreira


Depois de longos atrasos, coisa que esta virando costume por aqui (o que é chato, já que foi falado tanto disto da editora anterior, e o mesmo está acontecendo nesta), chegou às bancas brazucas a primeira edição da minissérie Contagem Regressiva para a Crise Infinita. Uma coisa foi acertada: a idéia de publicar as quatro minisséries numa só, pois na atual situação econômica do país, é inviável comprar quatro minisséries ao preço de R$ 5,90 – preço médio das minisséries em bancas. Bom, apesar de perdemos um pouco do material da original, ainda assim, foi o jeito melhor delas serem publicadas. As capas estão todas dentro da edição e o papel é de alta qualidade. Nesta, a editora foi feliz.

O especial “Contagem Regressiva para a Crise Infinita” abriu as portas para o evento desta minissérie em seis edições, que modificarão, detonarão alguns laços e com isto, preparam para o pior que vem por aí, a megassérie Crise Infinita. Veja com detalhes sobre cada minissérie dentro da própria.

:: PROJETO OMAC

Besouro Azul, a partir de informações e um roubo na sua companhia, acabou chegando ao grande vilão da vez, o traidor Maxwell Lord, agora Rei Negro do Xeque-Mate e autor do furto do satélite Irmão Olho – satélite criado por Batman que tem a função de vigiar os metahumanos do mundo, tudo isto por precaução para que não se repita o que aconteceu nos fatos relatados durante Crise de Identidade. Com isto, o pobre Besouro pagou com a vida pela sua investigação. Neste novo cenário, Maxwell tenta resgatar algumas informações que foram bloqueadas, e Batman tenta contato de novo com seu satélite, mas percebe que suas senhas não fazem mais efeitos. O autor Greg Rucka (Mulher-Maravilha) monta um cenário de espionagem que contará com algumas traições. E um fato nesta minissérie será extremamente trágico para o destino da amizade entre Batman, Superman e Mulher-Maravilha. Sem contar que acrescenta novos personagens: os OMACs. Que são pessoas infectadas com vírus tecnológico e que viram terríveis maquinas assassinas ao comando de Irmão Olho. Ótimo começo.

:: DIA DA VINGANÇA

O vilão Eclipso acaba causando a morte de seu ultimo hospedeiro, e desde então andou vagando, e chegou a infectar Superman e fazer com que o herói combata o Capitão Marvel. Mas, misteriosamente, o diamante negro que serve como prisão para ele acaba aparecendo numa cela do Asilo Arkham, cela onde está a enlouquecida Jean Loring – ex-mulher do Eléktron e a assassina de Crise de Identidade – e num pacto, engana a mulher e toma seu corpo como novo hospedeiro. Enquanto isto, Homem-Retalho encara a ira de Espectro, e descobre que o mesmo está assassinando vários magos. E aqui começa a trama. O argumentista Bill Willighan (Fables) traz um trama dispersa neste primeiro número, mas aos poucos ela vai se entrelaçar e vários pontos serão ligados. O mais divertido desta historia é ver ressurgir vários personagens místicos da DC Comics que estão alguns há décadas esquecidos. Sem contar com o time formado com heróis do lado B. Bom mesmo.

:: VILÕES UNIDOS

Os eventos de “Crise de Identidade” desencadearam mais um grande evento. Os vilões, apreensivos ao descobrirem a lavagem cerebral feita em Dr. Luz pelos heróis, ficam em polvorosa. Aproveitando-se disto, Lex Luthor resolveu usar este medo, e reuniu os vilões numa nova Sociedade Secreta de SuperVilões ao seu comando. Mas para toda a ação, tem uma reação. Os vilões que não quiseram se unir a esta empreitada, acabaram sendo prejudicados ou mortos, e com isto alguns dele sobre as ordens do misterioso Harpia se uniram – a força – para enfrentar esta sociedade. Suas missões são de colocar abaixo os planos deste vilão. A autora Gail Simone (Birds of Prey) que sempre apresentou um argumento meio morno, desta vez està à frente de uma grande história. Muita violência, espionagem e revelações. E um grande segredo: quem é Harpia? Além do reaparecimento de um personagem da Crise nas Infinitas Terras.

:: GUERRA RANN/THANAGAR

Para aqueles que adoraram a reintrodução dos personagens cósmicos nas páginas da minissérie Adam Strange, vai adorar esta. Um plano ambicioso para pôr fim em Rann acabou indo por água abaixo, mas por ironia do destino o planeta acabou sendo jogado contra a atmosfera de Thanagar – o planeta de onde saíram os responsáveis que queriam pôr fim em Rann. Conclusão: Thanagar saiu de sua órbita e está indo a direção do sol. Aqui começa a trama galáctica, onde um gesto bondoso de Rann acaba sendo uma porta de entrada para um conflito, e os alados thanagarianos estão prontos para ter a sua “vingança”. O autor Dave Gibbons (“Give me Liberty”) após um tempo fora do mercado, volta a argumentar algo – e mostra que continua em forma. E com certeza, clássicos leitores vão adorar rever alguns personagens que também a muito tempo foram esquecidos.

Bem, isto é o que você pode esperar do lançamento desta minissérie, uma série de eventos, que vão trazer conseqüências pequenas e grandes nos títulos mensais, e preparar o terreno para a grande saga Crise Infinita. E com certeza uma reestruturação de alguns núcleos como vilanesco, espacial e místico 🙂

Contagem Regressiva Para a Crise Infinita (Título original: Rann/Thanagar War 1, Omac Project 1, Villains United 1, Day of Vengeance 1) / Ano: 2005 / Editora: Panini Comics / 100 páginas / Papel LWC (luxo) / Capa couché / Formato americano (17×26 cm) / R$ 8,90

:: UAU! Hoje, dia 14 de setembro, comemoramos 20 anos do lançamento do site https://t.co/ATRXN4js2w. Muita água rolou debaixo desta ponte ao longo dos últimos anos. Deu risada, deu briga, deu casamento. Mas deu, mais do que qualquer coisa, muito orgulho, isso sim.
:: Gente, tudo bem? Tamos vivos aqui, tá. E nos cuidando. Aproveitando #tbt, olha o crossover de @thiagocardim e @rpichuebas que rolou neste episódio do @imaginasepega! #tomevacina #VivaOSuS #usemascara #ForaBolsonaro
:: RT @AnimaSomPod: Faça como o @thiagocardim e contribua também com nossa campanha do @catarse! 😄 Nos ajude a bater a meta de R$ 500 e tenha…
:: ...e olha só que o filho da @francineguilen e do @rpichuebas chegou no Twitter. Segue lá!
:: RT @imaginasepega: Não importa se você é padawan ou mestre Jedi. Este episódio do #podcast @imaginasepega é pra você, homenagem ao #StarWar…

Quem Somos | Ajude a Divulgar A ARCA!
A ARCA © 2001 - 2007 | 2014 - 2021