A ARCA - A arte em ser do contra!
 
Menu du jour! Tutu Figurinhas: o nerd mais bonito e inteligente dessas paragens destila seu veneno! GIBI: Histórias em Quadrinhos, Graphics Novels... é, aquelas revistinhas da Mônica, isso mesmo! PIPOCA: Cinema na veia! De Hollywood a Festival de Berlim, com uma parada em Nova Jérsei! RPG: os jogos de interpretação que, na boa, não matam ninguém! ACETATO: Desenhos animados, computação gráfica... É Disney, Miyazaki e muito mais! SOFÁ: É da telinha que eu estou falando! Séries de TV, documentários... e Roberto Marinho não está morto, viu? CARTUCHO: Videogames e jogos de computador e fliperamas e mini-games e... TRECOS: Brinquedos colecionáveis e toda tranqueira relacionada! Tem até chiclete aqui! RADIOLA: música para estapear os tímpanos! Mais informações sobre aqueles que fazem A Arca Dê aquela força para nós d´A Arca ajudando a divulgar o site!
Artigo adicionado em 15/04/2006, às 04:01

OS 65 ANOS DO CAPITÃO AMÉRICA
65 anos com corpinho de 30… Ele completou 65 anos, e nos quadrinhos é um dos maiores símbolos americanos, com um toque de fidelidade à pátria e uma luta constante e incansável para combater aqueles que (tentam) passam por cima de seu país. E tudo isto utilizando um senso de justiça invejável e uma postura […]

Por
Rodrigo "Machine Boy" Parreira


Ele completou 65 anos, e nos quadrinhos é um dos maiores símbolos americanos, com um toque de fidelidade à pátria e uma luta constante e incansável para combater aqueles que (tentam) passam por cima de seu país. E tudo isto utilizando um senso de justiça invejável e uma postura digna de um escoteiro. Está sempre em batalha com postura de um líder. Muitos leitores o consideram um babaca, mas ele é apenas um símbolo de um mundo perfeito, onde as pessoas lutam pelo que acham justo e são confiáveis ao extremo. Este é Steve Rogers, um sinônimo de verdade e lealdade, não só ao seu país, mas à aqueles que lutam ao seu lado. E é claro que A ARCA não ficará de fora das comemorações do aniversário do bandeiroso! Veja alguns fatos marcantes e curiosos sobre o herói:

:: HERÓI CONGELADO

A história do personagem vocês já devem conhecer. O franzino Steve Rogers, já com seu senso heróico, se ofereceu para uma experiência governamental e acabou recebendo o famoso soro do super-soldado. Mas após os efeitos do tal soro, o criador e as outras amostras do mesmo foram destruídos por um ataque nazista, tornando Rogers o único super-soldado – aparentemente. Foi então como resposta aos nazistas que ele assumiu o uniforme e codinome Capitão América, e começou a lutar na guerra. Lutou ao lado do grupo de heróis Invasores, e também teve seu sidekick, o Bucky, mais tarde vitimado por uma tragédia e morto em ação. Mas como todo lado bom, tem sua contraparte, o arquinimigo Caveira Vermelha. Com seu rosto deformado e vermelho, se transformou no terror ao lado dos nazistas. E uma grande pedra no sapato do herói.

Com o fim da guerra, Steve foi dado como morto após uma explosão, mas ninguém sabia que ele estava vivo – e congelado por décadas dentro de uma enorme pedra de gelo no mar gelado. Até que depois de muito tempo, ele foi encontrado em sua “prisão gelada” pelos Vingadores, e acordado por eles. Mesmo num mundo mudado, ele continuou com sua mesma postura, lutando contra o mal que aflige seu país. Ainda mais com a volta ativa de Caveira Vermelha, este que também mais tarde veio a falecer, mas como o mal é eterno, voltou à ativa usando um corpo clonado de Steve Rogers.

:: PARCEIROS NA AÇÃO

Ao passar dos anos, o herói teve três sidekicks diferentes que usaram a alcunha de “Bucky”. O primeiro foi o jovem recruta Bucky Barnes, que morreu em ação antes do congelamento do Capitão América. Depois teve Jack Monroe, que também ficou um curto período, e acabou assumindo mais tarde uma nova identidade – já usada pelo próprio Rogers – do vigilante Nômade. E é claro, Rick Jones, que já foi sidekick de meia Marvel, que também não ocupou o cargo por muito tempo. Além dos Bucks, ele já teve várias vezes ao seu lado a agente da SHIELD Sharon Carter – seu eterno affair -, sem contar com as várias aventuras ao lado do guerreiro urbano Falcão. E houve um tempo em que a então aparentemente regenerada vilã mercenária Cascavel também agiu ao lado do herói.

:: LÍDER NATO

Não há como negar esta qualidade. Desde seu início de carreira, ele liderava tropas inteiras contra os nazistas. E quando recebeu a ajuda dos heróis que mais tarde assumiram a alcunha de Invasores – que tinha entre seus membros Namor, o primeiro Tocha Humana e Union Jack -, também assumiu a liderança. E como era de se esperar, quando foi encontrado pelos Vingadores, sua liderança no grupo virou tradição. E por várias encarnações e entradas e saídas de membros, sua liderança e respeito às suas decisões eram inegáveis. Também em grandes sagas e crossovers, suas opiniões eram ouvidas com atenção e grande parte de suas orientações eram seguidas à risca.

:: ORGULHO AMERICANO

Por várias vezes o personagem foi usado como símbolo nos quadrinhos contra a luta de grandes males da humanidade. O herói foi criado no ideal de luta dos americanos – e do resto do mundo – contra a invasão nazista. Por mais que ele represente o orgulho – às vezes exagerado e menosprezador – dos americanos, ele foi usado várias vezes pelos autores como um meio de criticar a situação do momento atual ao qual o mundo estava passando. Como há quase uma década atrás, quando o próprio Steve Rogers foi injustiçado pelo governo americano e foi substituído. Ou quando mais atualmente, ao qual o autor John Ney Reiber (Livros da Magia) o fez lutar contra terroristas, usando uma alusão aos ataques terroristas a Nova York. Dependendo do autor, o herói pode ser um grande símbolo da famosa – e ridícula – supremacia americana pregada por seus políticos, ou apenas uma visão crítica do autor ao momento atual que os Estados Unidos estejam passando, ou então um reflexo do que o mundo inteiro está passando.

:: MOMENTOS SUBLIMES… E RUINS

Apesar de toda fama e a bagagem histórica de anos carregada pelo herói, ele não consegue escapar por situações escabrosas e vergonhosas acarretadas por alguns autores e decisões editoriais. Como há uma década atrás, o personagem após anos de fases sem-sal teve um grande revamp pelas mãos do autor Mark Waid (Reino do Amanhã) e do desenhista Ron Garney (JLA), uma fase elogiadissima, até que os editores decidiram fazer o evento “Massacre”, onde o Capitão América morreria lutando contra um vilãozão, mas acabaria ressuscitado num novo mundo criado por Franklin Richards – filho do Sr. Fantástico e da Mulher Invisível – e sob tutela do “autor” e “desenhista” Rob Liefeld (Youngblood). Como era de se esperar, as histórias ficaram ridículas, e a permanência de Liefeld, que seria de 12 edições, só durou 6. Uma decisão editorial burríssima, tanto que após o evento do mundo paralelo, a revista voltou a ser entregue para dupla Waid e Garney.

Outro momento um tanto que inusitado, foi quando uma luta do herói leva a um depósito recheado de drogas, e no meio da luta, o tal depósito explode e o Capitão, por causa da explosão, é contaminado pela droga e fica meio… louco. Sim, imagine o Sr. Rogers agindo como um viciado. Outro momento que deveria ser esquecido foi o acontecimento que fez os seus poderes começarem a se deteriorar, e o herói começou a usar um exo-esqueleto, e virou uma espécie de “Homem de Ferro”. Estes são alguns dos momentos que deveriam ter sido passados a borracha. Mas como a vida de ninguém é feita apenas de glórias, não poderia passar despercebido de nossa homenagem ao herói. Até mesmo o Sr. Perfeito tem seus deslizes! 😛

:: ATUALIZADO

No momento, nos Estados Unidos, ele está passando por transformações, pois caminha contra a maré do governo, e tudo isto por causa dos acontecimentos da saga Civil War – ao qual um incidente entre heróis e um vilão acaba causando um tragédia em que quase toda uma cidade foi para os ares – que fizeram com que o governo colocasse em ação uma lei de controle de super-heróis, que incluem a divulgação de identidades secretas; o que faz o herói ir até contra as opiniões de seu amigo Tony Stark. Alguns boatos contam que ele sairá dos Estados Unidos e fundará a nova versão da Tropa Alfa no Canadá (Será?). Sem contar que o herói passou um dobrado com o novo vilão Winter Soldier, que revelou ser alguém importante de seu passado.

:: RESUMO DA ÓPERA

Bem, como podemos acompanhar, o herói tem uma grande legião de fãs e muitos que odeiam sua criação, já que ele visivelmente representa a hipocrisia americana. Mas como todo personagem, o Capitão América provou que, com o time criativo certo e um bom roteiro em mãos, tudo fica plausível. Pois como diz a frase: não existe personagem ruim, apenas maus argumentistas. Então, considerando estas boas histórias que venho por meio deste artigo dizer: Feliz Aniversário, Steve Rogers! E espero que um dia você ganhe um filme decente. 😀

E para você? Qual foi o melhor momento na carreira do herói?

Leia mais sobre o herói:
:: Capitão América caça Winter Soldier na Inglaterra!
:: Filme do Capitão já tem roteirista?
:: Capitão ganha uma edição especial de 65 anos!
:: Capitão ganha uma versão alternativa!
:: Veja quem está por trás da máscara de Winter Soldier!

:: UAU! Hoje, dia 14 de setembro, comemoramos 20 anos do lançamento do site https://t.co/ATRXN4js2w. Muita água rolou debaixo desta ponte ao longo dos últimos anos. Deu risada, deu briga, deu casamento. Mas deu, mais do que qualquer coisa, muito orgulho, isso sim.
:: Gente, tudo bem? Tamos vivos aqui, tá. E nos cuidando. Aproveitando #tbt, olha o crossover de @thiagocardim e @rpichuebas que rolou neste episódio do @imaginasepega! #tomevacina #VivaOSuS #usemascara #ForaBolsonaro
:: RT @AnimaSomPod: Faça como o @thiagocardim e contribua também com nossa campanha do @catarse! 😄 Nos ajude a bater a meta de R$ 500 e tenha…
:: ...e olha só que o filho da @francineguilen e do @rpichuebas chegou no Twitter. Segue lá!
:: RT @imaginasepega: Não importa se você é padawan ou mestre Jedi. Este episódio do #podcast @imaginasepega é pra você, homenagem ao #StarWar…

Quem Somos | Ajude a Divulgar A ARCA!
A ARCA © 2001 - 2007 | 2014 - 2021